Home

Avaliação de fatores de risco para o espessamento médio

Interpretação:  Uso: diagnóstico diferencial de discrasias sanguíneas componente do exame pré-operatório. Esta prova de triagem para coagulopatias inclui: contagem de plaquetas, tempo de sangramento, tempo de coagulação, prova do laço, retração do coágulo. Sendo que a maioria dos desvios da coagulação sanguínea pode ser rastreada por esta prova (ponto de partida para o diagnóstico clínico de problemas da coagulação). Valores alterados geralmente são associados a defeitos pontuais no mecanismo normal de coagulação. Testes normais não excluem a presença de patologias da coagulação, primárias ou adquiridas.

MICROALBUMINÚRIA K078 INSTRUÇÕES DE USO - Bioclin

Estou amamentando e tive uma relaçao de risco, suspendi a amamentação, quanto tempo apos com exames, posso voltar a amamentar minha filha, sem risco a asaúde dela? grata

Diagnóstico do HIV: como fazê-lo - Dra. Keilla Freitas

Para encerrar o caso, é preciso exame de 9ª geração feito em local de confiança com pelo menos 95 dias após a exposição, com resultado negativo.

Janela Imunológica do HIV - Dra. Keilla Freitas

olá, mesmo indivíduos com imunidade muito baixa não passaria desapercebido e uma vez que a suspeita diagnóstica com relação ao HIV se mantivesse mesmo diante de um resultado sorológico negativo, a dúvida poderia ser retirada com um teste molecular.
Se você teve uma situação de risco, realizou os testes necessários e mesmo assim continua a dúvida, sugiro que procure um médico infectologista de sua confiança para que possa analisá-lo, juntamente com o histórico de exames.

Olá Rafael. Não consigo dar um parecer sem analisar os exames. Procure um infectologista para que ele possa analisar e solicitar outros exames, se necessários.

Interpretação.:Uso: avaliação dos processos de depleção muscular. Valores aumentados: distrofia muscular de Duchenne, dermatomiosites, polimiosites, triquinoses, rabdomiólise, hepatites agudas e outras doenças hepáticas agudas, infarto do miocárdio, câncer de próstata, pancreatite hemorrágica. A aldolase é proporcional à redução da massa muscular, mas sua elevação no soro não é específica de doença muscular. Valores normais: atrofias musculares neurogênicas. Valores diminuídos: perda de massa muscular. Interferentes: injeções intramusculares +, inseticidas organofosforados +, hemólise +, fenotiazidas -.

Para os testes de terceira geração, o tempo máximo para se positivar é de 6 meses após a exposição. sugiro que procure um infectologista para te avaliar pessoalmente e chegar a um outro diagnóstico.

Interpretação:  Uso: detecção e quantificação de bandas de paraproteínas em doenças linfoproliferativas detecção de estados fisiopatológicos como inflamação, perda protéica, gamopatias e outras disproteinemias. A eletroforese de proteínas é um procedimento baseado na separação das proteínas do líquido analisado (geralmente soro, urina ou líquido cefalorraquidiano). Trata-se de um procedimento analítico amplo, cuja interpretação depende dos dados clínico-epidemiológicos do paciente. De todo modo, existem perfis específicos para cada alteração, correlacionados com patologias específicas. Seus quadros mais característicos são a síndrome nefrótica e as gamopatias monoclonais, mas outras alterações podem ser observadas e oferecer importantes dados diagnósticos ao clínico.

Coleta: Orofaringe: A coleta deve ser feita pela manhã, em jejum, não se deve escovar os dentes, nem ingerir água. Não usar antimicrobianos. Secreção vaginal deve ser entregue no laboratório o mais breve possível.

Interpretação:  Uso: avaliação de toxicidade por cromo. A exposição à pele pode provocar dermatite e ulceração. A ingestão resulta em vertigens, dor abdominal, vômitos, anúria, convulsões, choque ou coma. Valores diminuídos: gravidez, crianças diabéticas.